Neymar começa a “incomodar” adversários na Europa

Neymar é craque! Isso é indiscutível, mas o estilo arrojado do atacante incomoda os adversários em algumas oportunidades. Muitos dizem que ele simula falta para ludibriar o árbitro, outros dizem que o uso abusivo da habilidade soa como provocação.

Na partida contra o Celtic, por exemplo, o camisa 11 ocasionou a expulsão de Scott Brown, capitão da equipe adversária. O lance revoltou os torcedores rivais, que vaiaram o brasileiro até o término do jogo. Após o apito final, Neil Lennon polemizou ao falar sobre o tema ao canal ITV Sport. Para o treinador, o atacante “exagera com coisas pequenas” e deveria mudar o comportamento para a sequência da carreira.

Você também pode ser repórter do Torcedores.com! Clique aqui e cadastre-se agora 

– Não estou convencido de que foi para cartão vermelho. Se existiu algum contato, foi mínimo. Ele tem certa reputação. É um jogador brilhante, mas algumas vezes exagera com coisas pequenas. Não acho que o Neymar faça nenhum favor a si mesmo pela maneira como ele se comporta às vezes.

Independente daquilo foi dito pelo técnico do Celtic, Neymar sofreu uma falta passível de expulsão. Na jogada, fica claro que o brasileiro é chutado pelo adversário intencionalmente. E todo agressor deve ser punido com o cartão vermelho nesses casos. Então, desconsiderem a declaração de Lennon.

O fato é que lances como esse fazem com que Neymar seja muito criticado pelos adversários. Algumas vezes com razão, outras não. Desde que chegou à Europa, o atacante melhorou bastante no quesito “cavadinha”. Na verdade, ele já estava melhorando no fim de sua trajetória pelo Santos. Mas, mesmo assim, a primeira imagem é a que fica para algumas pessoas.

Agora, em relação ao excesso de dribles, eu sou totalmente a favor do camisa 11 do Barça. Ele usa e abusa das jogadas de efeito, independente do placar da partida. Nada mais é que uma característica importantíssima de um dos melhores jogadores do mundo na atualidade. Mesmo assim, o jogador passou a ser mais objetivo no time espanhol, até pelo estilo de jogo adotado por Tata Martino.

Então, acredito que essa imagem do craque passará com o tempo e que os europeus estejam com certa inveja do futebol envolvente apresentado por ele.



Paulistano e apaixonado por esportes