Brasileirão já pode ser chamado de “Rebaixão 2013”; entenda

Foto: Site oficial do Vasco

Os torcedores do futebol estão acostumados, a essa altura do ano, a olhar para a tabela do Campeonato Brasileiro e ver quais jogos serão importantes para a disputa do título, das vagas para a Libertadores e Copa Sul-Americana (esta última quando os critérios de classificação eram mais claros) e, por fim, contra o rebaixamento.

Não é o caso da edição 2013 do campeonato mais importante de futebol do País. Com o Cruzeiro disparado na liderança, 11 pontos a frente do vice-líder Grêmio, e um G-4 que já leva oito pontos de vantagem para o Vitória, sexto colocado (O Atlético-MG, quinto lugar, já tem vaga na Libertadores), os times restantes fazem a maior briga contra o rebaixamento da história da competição.

Você também pode ser repórter do Torcedores.com! Clique aqui e comece agora

Esse é o “Rebaixão 2013”, uma disputa “muito louca” de 14 times contra o pesadelo de jogar a Série B em 2014. E, cá entre nós, “pesadelo” para o torcedor que terá que suportar os desaforos dos rivais, porque o clube normalmente mantém as cotas de televisão no primeiro ano de Segundona e ainda ganha um ano recheado de vitórias contra times medíocres, como vive o Palmeiras em 2013.

Na rodada deste fim de semana, por exemplo, chegamos ao cúmulo de ter nove dos dez jogos com resultados que podem modificar a luta nas posições de baixo na tabela do Brasileiro. Tudo porque a diferença entre o Vitória, sexto lugar, e o Vasco, 17º e primeiro time na zona do rebaixamento, é de apenas cinco pontos. Menos da metade da distância que separa os dois líderes, Cruzeiro e Grêmio.

Sendo assim, clássicos, como Fluminense x Grêmio, São Paulo x Corinthians e Botafogo x Flamengo, acabam virando verdadeiros duelos contra a morte. Grêmio e Botafogo, com o pé cada mais vez mais fincados na Libertadores-2014, poderão decretar quedas gigantescas da dupla Fla-Flu na tabela.

Basta que times como Vasco, Coritiba e Portuguesa vençam seus jogos, o que dado o equilíbrio (ou seria nivelar por baixo?) da competição não é tão impossível assim. O Vasco pega o Criciúma, seu companheiro de degola, enquanto os paranaenses fazem outro jogo “de seis pontos” com o Vitória. A Lusa enfrenta o bom, porém inconstante, Atlético-PR fora de casa.

Todos nós desejamos um Brasileirão muito disputado e cheio de emoção. Só que esqueceram de avisar aos clubes para ler a sequência das nossas vontades: isso era para ser na parte de cima da tabela.



Redação do Torcedores.com