Cielo é tricampeão mundial nos 50 m e chora no pódio

Poucos acreditavam, mas o ouro veio e pelo terceiro campeonato mundial seguido o homem mais rápido das piscinas é o brasileiro Cesar Cielo. O nadador paulista conseguiu o melhor tempo da era sem traje após terminar os 50 m em 21s32.

O  russo Vladimir Morozov (21s47) ficou com a prata, enquanto George Bovell, de Trinidad e Tobago (21s51), foi bronze. O francês Florent Manaudou, campeão olímpico em Londres-2012 e que foi à final em Barcelona com o melhor tempo, terminou apenas na quinta colocação.

Após a prova, Cielo tentou negar, mas não conseguiu, o título na Espanha é a redenção do brasileiro que mudou tudo após considerar que o bronze na prova mais rápida da natação nos Jogos Olímpicos de 2012 foi um fracasso.

“ Sem palavras. Para ser sincero, não achava que tinha ganho. Não sabia o tempo que tinha feito. Eu olhei para o placar e torci para que eles não tivessem voado. Às vezes ficar preocupado com adversário pode afetar a performance. Hohe foquei na minha raia e bati na parede. Entortei o dedo na chegada, mas valeu a pena. Se precisasse ter quebrado o dedo, teria quebrado (risos). Agora tenho que treinar três vezes mais porque sei que eles vão querer vir para me matar no ano que vem. Se Deus quiser vamos ganhar essa prova nos Jogos de 2016 também”, desabafou em entrevista ao SporTV.

Na entrega de premiação, o brasileiro voltou a mostrar seu lado ‘chorão’ e as lágrimas caíram copiosamente durante a execução do hino nacional, e a torcida aplaudiu após ver a emoção do tricampeão mundial.



Redação do Torcedores.com