Dirigente do São Paulo pede demissão após briga com Ceni

A crise no São Paulo parece não ter fim. Na semana passada, Adalberto Baptista e o goleiro Rogério Ceni trocaram alfinetadas através da imprensa , e deixaram o clima ainda mais tenso no time do Morumbi.

Nesta quinta-feira, um dia após o Tricolor perder para a o Internacional, a oitava derrota consecutiva da equipe, Adalberto pediu demissão do cargo de diretor de futebol, o qual ocupava desde 2011.

O dirigente sofria restrição dentro do clube e foi um dos grandes defensores do ex-técnico Ney Franco, para a irritação de alguns jogadores do elenco.

Veja a nota oficial divulgada pelo São Paulo:

A diretoria do São Paulo Futebol Clube recebeu na tarde desta quinta-feira (25), do Dr. Adalberto D. Baptista, o pedido de desligamento do cargo de Diretor de Futebol Profissional e de Base, em caráter pessoal e irrevogável.

O São Paulo FC lamenta profundamente o pedido e agradece o trabalho e a dedicação do Dr. Adalberto Baptista, que prestou relevantes serviços a nossa instituição. Durante o período em que esteve a frente da diretoria, estrelas do nosso futebol foram incorporadas ao elenco, nos sagramos campeões da Copa Sul-Americana e a vaga para a Libertadores 2013 foi conquistada.

O vice-presidente de futebol Dr. Joao Paulo de Jesus Lopes, responderá interinamente pelas funções da diretoria de futebol do clube, enquanto o sr. Marcos Tadeu reassume a função de diretor das categorias de futebol de base.



Redação do Torcedores.com