Agora no Flu, rubro-negro Luxa diz querer bater no rival

Em suas primeiras palavras como treinador do Fluminense, Luxemburgo foi bombardeado pelo seu amor declarado ao Flamengo, time do coração do novo comandante do tricolor das Laranjeiras.

“Todos nós temos um time. Cansei de ir ao estádio torcer pelo Flamengo na minha infância. Mas hoje sou profissional. O Fla é meu adversário, não meu inimigo. Em 1986 eu vivi uma situação engraçada quando trabalhei nas Laranjeiras. O presidente do Fluminense disse que no clube não entrava rubro-negro. Eu perguntei: ‘Por onde saio’?. Eu não vou abrir mão de ser flamenguista e quando encerrar minha carreira vou querer ajudar o clube de alguma maneira. Mas hoje eu quero bater no Flamengo toda vez que enfrentá-lo no comando do Fluminense”, afirmou.

Nesta terça-feira, Luxemburgo já comandou os trabalhos na equipe carioca e bateu longo com papo com o atacante Fred, capitão na equipe. Na quarta-feira, o Flu recebe o Cruzeiro pelo Brasileirão no Maracanã.



Redação do Torcedores.com