Torcida vaia, mas presidente do Grêmio mantém Luxemburgo

O Grêmio jogou mal e suou para empatar com o São Paulo em sua nova Arena, nesta quarta-feira (12), pela última partida do Brasileirão antes da paralisação para a Copa das Confederações. O Tricolor gaúcho saiu do gramado debaixo de vaias da torcida após o 1 a 1 arrancado apenas aos 41 do segundo tempo.

Apesar do cenário de crise, o presidente do Grêmio, Fábio Koff, disse que vai manter o técnico Vanderlei Luxemburgo no cargo. “Mantenho a convicção que o treinador do Grêmio é o Luxemburgo e vai continuar sendo”, disse o dirigente, que emendou argumentando que Luxa “tem o elenco na mão”.

Koff disse ainda que o ambiente no elenco não é ruim e que o Grêmio tem potencial para melhorar na volta do campeonato, daqui a pouco mais de 20 dias. “O ambiente no vestiário é propício e adequado para que todos possam trabalhar… Não há porque deixar de confiar no trabalho do Luxemburgo”.

O Grêmio volta a campo no Brasileiro no próximo dia 7 de julho, contra o Atlético-PR, fora de casa. O Tricolor gaúcho vai para a folga da Copa das Confederações com oito pontos marcados em cinco jogos, ocupando a sétima colocação. Se tivesse vencido o São Paulo, o clube teria chegado à vice-liderança do Brasileirão.



Redação do Torcedores.com