Taiti se despede agradecido: “Nos fizeram sonhar”

Fim do sonho! É desse jeito que os jogadores da seleção Taiti classificam o fim da participação na Copa das Confederações. Como esperado, os simpáticos representantes da Oceania foram goleadas nas três partidas (Nigéria, Espanha e Uruguai) que disputaram e vão embora com 24 gols levados e apenas um marcado.

Porém, esses números não foram suficientes para tirarem a alegria da equipe que pela primeira vez participou de uma competição oficial fora do seu continente e conta com apenas um jogador profissional no elenco. Por tudo isso, a torcida brasileira adotou a seleção do Taiti e apoiou muito o grupo durante sua passagem por aqui.

Ao fim do duelo contra o Uruguai neste domingo, os taitianos resolveram agradecer o carinho que receberam, deram uma volta olímpica pela Arena Pernambuco desfilando com bandeiras do Brasil e uma faixa com os dizeres: “Obrigado Brasil!”

Mikael Roche, goleiro do Taiti, se emocionou ao agradecer os brasileiros em entrevista ao globoesporte.com, quando também exibiu um coração com as palavras Brasil e Taiti em um coração na mão.

goleiro do taiti

“Obrigado por tudo o que vocês [brasileiros] nos deram. Vivemos um momento maravilhoso no Brasil. Nunca vamos conseguir agradecer o suficiente pelo apoio que recebemos. Obrigado mais uma vez. Nunca esqueceremos. Por isso fizemos aquilo no fim do jogo. A ideia partiu de todos os jogadores. Não sabíamos como agradecer, se a mensagem seria entendida. Então acho que como em um livro, a melhor maneira de dizer algo era escrevendo. Vocês nos fizeram sonhar. Agora temos que voltar à nossa vida real e foi tudo tão fantástico”, afirmou.

Quem também deu show de simpatia foi o técnico Eddy Etaeta. Ao final da coletiva, ele fez questão de cumprimentar pessoalmente cada um dos jornalistas presentes na sala de imprensa.

“Os três jogos foram importantes. Contra a Nigéria, marcamos um gol histórico. Jogamos com a campeã do mundo e foi um privilégio jogar com a Espanha. Neste domingo, conseguimos o apoio da torcida. Foi fantástico ouvir o nosso nome ser gritado no estádio. Obrigado, Brasil”, agradeceu.



Redação do Torcedores.com