Sob dilúvio, arbitragem e carrasco decidem derrota do Verdão em ‘pelada’ na Série B

Acompanhar um jogo da Série B exige alguns esforços, já que é esperado a falta de qualidade de ambas a equipe, gramado ruim e uma série de outras dificuldades. Porém, a partida entre Sport e Palmeiras neste sábado superou todos esses ingredientes e só muita paixão (ou vontade de secar o rival) explica-se passar 90 minutos a frente da televisão para assistir uma verdadeira pelada.

O jogo na Ilha do Retiro, o primeiro do Verdão transmitido pelo TV aberta, aconteceu sob um dilúvio que deixou o gramado impraticável para duas equipes, acabando com o setor do meio de campo.

No começo do jogo, quando a chuva ainda não tinha aparecido, Felipe Gabryel pelo Sport e Caio pelo Palmeiras tiveram boas chances de abrir o placar, mas desperdiçaram. Depois disso veio a chuva, a lama e o futebol, a esse não, porque acabou qualquer chance de disputa de uma boa partida.

As duas equipes correram, se esforçaram, mas pouco puderam fazer . No último lance, castigo para o time paulista: o árbitro assinalou erradamente escanteio para equipe pernambucana após disputa na linha de fundo. Na cobrança, Nunes, velho carrasco palmeirense, ajeitou com a mão antes de estufar a rede de Bruno.

Muita reclamação alviverde, Marcio Araujo expulso após o jogo… Não importa, o placar estava sacramentado, assim como a segunda derrota do Palmeiras na Série B, que terminou a rodada em quarto lugar.



Redação do Torcedores.com