Primeiro título do Grêmio na Libertadores completa 30 anos em 2013

O Grêmio não vive uma boa fase dentro de campo. Eliminado nas oitavas de final da Copa Libertadores e vendo o rival Internacional ser campeão gaúcho de forma antecipada ao ganhar os dois turnos da competição, o Tricolor aposta suas fichas em uma boa campanha no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil para salvar um ano que tinha tudo para ser especial.

Além de ser marcado como o ano da primeira temporada na nova arena gremista, 2013 é também um marco para a história do clube. No próximo dia 28 de julho, os torcedores vão recordar os 30 anos do primeiro título do Grêmio na Copa Libertadores da América. A taça veio após uma decisão sofrida diante de um dos clubes mais respeitados da América do Sul, o Peñarol. A equipe uruguaia era a atual campeã da Libertadores e do mundo.

O elenco comandado por Valdir Espinosa, que mais tarde viria a conquistar também o Mundial Interclubes no Japão, tinha como grande revelação o atacante Renato Portaluppi. Outras personalidades históricas fizeram parte da conquista dos dois títulos mais importantes do futebol naquele ano, como o uruguaio Hugo de León, o goleiro Mazaropi, o meia Tita e os atacantes Caio, César e Tarciso.

Veja nos vídeos das páginas a seguir alguns dos momentos da campanha do Grêmio na Libertadores de 1983 e mate a saudade daquele time que engrandeceu o futebol brasileiro, encheu os olhos da América do Sul e conquistou o mundo.



Redação do Torcedores.com